As lições de Robert Winston – Bett 2016

robert_winston

Uma das palestras mais interessantes da Bett foi a do cientista e professor Robert Winston, um apaixonado pela reprodução e pela aprendizagem.

Para quem se procura inspirar, o senhor é alguém que apetece ouvir para aprender: como um bebé comunica claramente mesmo antes de dizer a primeira palavra; como praticar é fundamental para aprender efetivamente; como um maestro conduz uma orquestra só com a expressão que põe no rosto; como o contacto entre as pessoas é importante para para recuperar a saúde; ou como em grupo nos divertimos bem mais que sozinhos.

Sem contar as vezes que suspirei, sorri é assumidamente gargalhei, o que mais trouxe da última sessão do dia foi a prova rara de uma vocação muito focada para ensinar. Robert deve ter dado mais que uma centena de voltas ao palco enquanto discursava, aproximou-se o mais possível da plateia para ser intencionalmente ouvido e compreendido por todos. Os bons professores gostariam de ter visto. Os menos bons, aprenderiam muito se tivessem a oportunidade de assistir. No final da sessão, durante o momento destinado a perguntas pela audiência, o professor continuou a surpreender. Literalmente avançou fila a fila por vezes em desequilíbrio, só para responder a cada pessoa olhos nos olhos, a menos de um metro de distância, como se a garantir que a resposta serviu a pergunta. E serviu sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *